Amor às Claras de Laura Kaye.

Amor às Claras de Laura Kaye.
Lançamento 17 de maio de 2017.

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Blogue May Memories May World- Corações na Escuridão de Laura Kaye. Uma edição Castor de Papel-4Estações.

http://mymemoriesmyworld2014.blogspot.pt/2016/10/coracoes-na-escuridao-de-laura-kaye.html

My Memories, My World

Corações na Escuridão, de Laura Kaye (opinião)

 sexta-feira, outubro 07, 2016  5 Comments A+ a-


Sinopse:
Dois estranhos…
   Makenna James acha que o seu dia não pode ficar pior até que no edifício do seu escritório corre para apanhar o elevador. Enquanto se distrai para atender uma chamada o elevador pára e fica às escuras. Makenna encontra-se assim na companhia de um estranho do qual apenas vislumbrou a tatuagem de um dragão numa das suas mãos antes das luzes se apagarem.
Quatro horas…
   Caden Grayson diverte-se com esta linda ruiva tão atrapalhada com a sua mala e o telemóvel. Mas logo a diversão acaba quando o elevador se imobiliza e ele, apesar dos seus piercings, tatuagens e cicatrizes, entra em pânico. Agora está preso dentro do seu pior pesadelo…durante quatro horas. Somente abrindo-se com Makenna é que Caden poderá vencer os seus demónios, da mesma foram que Makenna consegue ultrapassar o seu terror do desconhecido. Aos poucos e apesar da escuridão, ambos acabam por descobrir o muito que têm em comum. 
   Na escuridão a atracção e o desejo crescem e os dois não resistem a envolver-se com paixão. Mas, perguntam-se, irão sentir o mesmo quando as luzes voltarem? E quando forem salvos do elevador que os aprisiona o que farão? 

Opinião: 
   Este foi um livro que despertou a minha curiosidade desde a primeira vez que vi a capa e li a sinopse. É um género de literatura que gosto especialmente e fiquei ansiosa para conseguir mergulhar nesta história. 
   Em primeiro lugar tenho que sublinhar que realmente adoro a capa e também os pequenos detalhes que estão no interior do livro (fotos abaixo). Estas imagens tornam o livro muito mais apelativo e original!
   A letra é grande e tem as margens largas, o que também vai facilitar a leitura e evita que tenhamos de vincar demasiado a lombada para conseguir ler o livro, e eu realmente detesto quando os livros ficam com a lombada vincada! 
   A escrita é fluída e cativante, com pitadas de humor. É um livro pequeno que li apenas algumas horas. 
   Os personagens Caden e Makenna são aparentemente duas pessoas muito diferentes, que conseguem encontrar pontos em comum, mas conforme a história vai avançando percebem que têm muito mais em comum do que alguma vez imaginaram. 
   Caden é misterioso, de aparência perigosa mas ao mesmo tempo interessante, sedutor e sincero. O seu passado continua a afectá-lo até aos dias de hoje e este teve uma grande influência no seu estilo de vida e escolhas realizou ao longo dos anos. A sua aparência rude acaba por estar muito relacionada com este passado e ele utiliza-a para esconder as suas fragilidades. 
   Penso que a personagem de Makenna acaba por ser menos explorada mas, ainda assim, é uma personagem bastante interessante, uma mulher bonita, divertida, alegre e descontraída com a qual me identifiquei imenso em relação a alguns dos seus pontos vista. 
   Esta é uma história que nos mostra o poder que os outros têm de nos acalmar em situações de pânico, mesmo quando são desconhecidos. Mostra-nos que a aparência é algo secundário e, quando esta é posta de lado, podemos receber as pessoas de forma imparcial e de coração aberto, pois o essencial é o interior de cada um. 
   É sobretudo um livro que nos transmite a mensagem de que é possível encontrar amor e aceitação quando e onde menos se espera, e é possível devolver o amor e a esperança a quem já os perdeu! 
   A história é intensa, cativante e, apesar de ter apenas 154 páginas, leva-nos numa viagem inesquecível que realmente adorei e recomendo. Posto isto, posso ainda dizer-vos que a história segue a um ritmo vertiginoso e é impressionante como a escritora consegue contar tanto num livro tão pequeno. 
   É impossível parar de ler assim que se começa, queremos chegar rápido ao final para saber tudo o que vai acontecer. Porém, quando chegamos ao final, ficamos a ansiar por mais! Nunca tinha lido nada desta escritora mas adorei cada linha desta história e estou super curiosa para ler outros livros da sua autoria. Recomendo a 100%!
Carina Pereira

Minha liberdade é escrever. A palavra é o meu domínio sobre o mundo. (Clarice Lispector)