VIVER NA FLAUTA

VIVER NA FLAUTA
Nas Livrarias e em www.castordepapel.pt

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

A Inveja dos Animais de Ralph Nader. Uma edição da 4Estações nas livrarias

Ao longo de uma carreira de décadas, Ralph Nader transformou o debate sobre saúde e segurança pública, transparência e proteção do consumidor. Graças a ele e aos seus colegas na plataforma Public Citizen ,e a um elevadíssimo número de outras organizações que Ralph Nader fundou, co-fundou ou de algum modo inspirou, conduzimos de forma mais segura, respiramos ar mais puro, bebemos água mais pura, comemos alimentos melhores, utilizamos formas de produção de energia mais seguras e trabalhamos em condições também mais seguras. O seu trabalho na proteção do consumidor conduziu igualmente a formas assinaláveis de proteção de denunciantes e assegurou uma maior transparência por parte do Governo. Goste-se ou não do seu envolvimento na política eleitoral, Nader tem sido um defensor obstinado e de grande impacto dos valores democráticos e dos direitos legais para todos.


Como alguém que tem seguido de perto a sua carreira, e tendo sempre esperado que ele pusesse o seu enorme talento ao serviço dos valores da proteção dos animais, fiquei muito entusiasmado quando Nader recentemente publicou uma fábula visionaria, A Inveja dos Animais, motivado pela sua preocupação com os animais, até aqui quase desconhecida, mas que é evidentemente de longa data. Nesta obra de Nader, uma assembleia geral de animais utiliza uma app de tradução virtual (inventada por um «Génio Humano») para que os animais comuniquem através da barreira das espécies, uns com os outros e também com os seres humanos. Os humanos, no entendimento dos animais, estão infelizes e caminham rapidamente para a destruição de toda a vida na Terra. Juntos, os animais utilizam cem horas de emissão televisiva global para elogiar os humanos e os encorajar a verem a natureza mutuamente benéfica do seu relacionamento. Claramente, os animais não fazem apelos à justiça, mas centram a sua partilha com a audiência humana nas suas experiências, nas suas condições de existência, nas suas culturas e na sua inteligência. Qual é a mensagem fundamental? Os animais e os humanos precisam uns dos outros.