O EFEITO CASCATA

O EFEITO CASCATA
GREG WELLS

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

As Leituras do Castor- Hoje com "O Escultor de almas", do autor DeMoura

DEMOURNO MíNI MO , SURP REEN D ENT E!

Esta é a estória de uma relação de amor feliz que uma gravidez interrompida não consensual prejudicou.
O autor conta a estória dessa relação em ordem não sequencial, com o apoio das versões dos próprios protagonistas, Filipe, um homem em busca de um amor verdadeiro, e Érica, uma crisálida que se transformou numa esplendorosa borboleta, mas que no amor é sujeita a arrebatamentos imprevisíveis.
O amor e a raiva, a ternura e o ciúme, a intolerância e o egoísmo, como a incompreensão, são como notas musicais que servem a uma sinfonia bela, empolgante e desafiante como a vida.

O que é o amor? E o amar? Como nasce? Como morre? Porquê? Filipe, prota- gonista desta novela, afirma que o amor resulta de uma química de atração, como os elementos que se atraem ou se repelem. Será?

Uma vez desaparecido, pode realmente o amor renascer e voltar à intensidade anterior? Até que ponto os homens conseguem entender e viver a gravidez das suas mulheres?
Para Érica, a outra protagonista, mais do que um mero fenómeno fisiológico, a gravidez é um maravilhoso milagre. Será que é o que sentem em geral as mulheres?
E a interrupção da gravidez? Como é aceite pela mulher? E pelo homem? No que difere quando é consensual, decisão individual ou acidental? E o que pode representar para o futuro do casal?
Consegue uma jovem transformar-se profundamente graças a uma relação de amor? Ou isso acontece na ficção?
Esta novela levanta no seu decurso estas perguntas e tenta  dar respostas. Leia O Escultor de Almas e responda para si mesmo.

DEMOURA é o nome literário de Mário Mendes de Moura, editor durante sessenta anos no Brasil (Fundo de Cultura, Páginas, Vértice, etc.), em Espanha (PluralSingular) e Portugal (Pergaminho, Arte Plural, Bico de Pena e Vogais & Companhia). Editou globalmente mais de três mil títulos e para além de quarenta milhões de exemplares.

Emigrado de Portugal após a faculdade, em razão da sua militância antifascista (MUD Juvenil), viveu fora do país quarenta anos, na Venezuela, no Canadá e sobretudo no Brasil. Com 21 anos escreveu O Campismo na Vida Moderna (Biblioteca Cosmos) em apoio ao seu esforço de introdução do campismo desportivo em Portugal.

Em finais de 2010, após a venda da Vogais & Co., desfruta de alguns anos sabáticos… mais leituras e viagens.

PVP s/ IVA: 15,00
PVP c/IVA: 15,90 
GINAS: 200