O Livro dos Chacras de Osho

O Livro dos Chacras de Osho
Lançamento 05 de Abril 2017

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Todos os seres têm a capacidade inata de comunicar... Os Animais Falam, uma edição do Castor de Papel

Todos os seres têm a capacidade inata de comunicar e de compreender
os outros. Todas as crianças, ou pelo menos a maioria,
conseguem realizar a comunicação mental ou telepática com outros
animais de qualquer espécie. Essa é a sua forma principal de comu-
nicação, em conjunto com a linguagem gestual, antes de aprenderem
a linguagem falada.
Os animais falam de Penelope Smith.
Disponível nas livrarias e em www.castordepapel.pt



quinta-feira, 23 de junho de 2016

A palavra «animal» vem do latim, ANIMA, que significa o princípio de vida, respiração, ar, alma, ser vivo. Os Animais Falam de Penelope Smith.


A palavra «animal» vem do latim, ANIMA, que significa o
princípio de vida, respiração, ar, alma, ser vivo.
Os animais, tanto os humanos como os não humanos, têm em
comum o facto de serem uma combinação de corpo e espírito – formas
biológicas animadas por seres espirituais ou essências. Muitas
pessoas têm dificuldade em aceitar o aspeto espiritual dos animais
porque se baseiam em noções estabelecidas de que os animais são
objetos ou que são seres inferiores aos humanos, que são criaturas
robóticas com instintos cegos, sem pensamentos ou sentimentos, ou
poder de escolha. Essas pessoas podem usar essas noções para justificar
ou desculpar a forma cruel ou insensível como tratam os
outros animais.
Os Animais Falam de Penelope Smith. Uma edição do Castor de Papel.
www.castordepapel.pt


quarta-feira, 22 de junho de 2016

Os Animais Falam de Penelope Smith.

Os Animais Falam de Penelope Smith
Os animais conseguem entendê-lo, conseguem captar os pensamentos, os significados e os sentimentos e as intenções por trás das suas palavras, e isso é algo que deve honrar.Os Animais Falam, uma edição do Castor de Papel. Disponível em www.castordepapel.pt







terça-feira, 14 de junho de 2016

http://vamosdoarlivrosanossabiblioteca-pt.blogspot.pt/2016/06/passatempo-dois-premios-dois-vencedores.html

Novo Passatempo do Blogue Vamosdoarlivrosbiblioteca.

                           Com o livro Vendas na Era Digital, uma edição do Castor de Papel.
                                             www.castordepapel.pt


[Passatempo] Dois prémios | Dois vencedores!

Para celebrar o dia de Portugal, de Camões e das comunidades Portuguesas, trago um passatempo com dois prémios para dois vencedores! Haverá um sorteio para o primeiro prémio, e para o segundo! :)


PRIMEIRO PRÉMIO

O que é nacional é bom!! Já conhecem o Atelier izzy? Só coisas Lindas!! E feitas à mão por uma artesã Portuguesa em Portugal! Adoro!Podem ver algumas das peças feitas por ela neste meu álbum.
SEGUNDO PRÉMIO
Numa época em que tudo muda de um dia para o outro, é um grande desafio mantermo-nos em sintonia com as novas tendências de mercado e oferecer o que o novo consumidor realmente deseja.  
O processo de vendas, que por anos respeitou as mesmas formas,precisou de reinventar-se com urgência para atender às novas demandas, e com isso muitos empresários e vendedores têm dúvidas sobre como usar as novas tecnologias a seu favor.  
Neste livro, César Frazão e João Kepler mostram quão importante é manter-se atualizado e utilizar a Internet e as diferentes opções que ela disponibiliza- e-mails, redes sociais, motores de busca e chats- para melhorar e ampliar as suas vendas. Se, hoje em dia, temos um consumidor ávido por novidades, por que razão não oferecer o melhor produto de uma forma mais ampla? A partir de dicas de construção de networking, apresentação dos produtos, troca de informações, padronização de e-mails e páginas e relacionamentos virtuais, Vendas na Era Digital ajudará a sua empresa a ser uma máquina de vendas do mundo virtual e a formar os seus vendedores para a era digital.

A minha opinião sobre este livro aqui
Para se habilitarem a ganhar, terão de:
☑ Fazer gosto na página Atelier izzy
☑ Fazer gosto na página Editora Castor de Papel
☑ Fazer gosto na página Um Blog entre Bibliotecas
☑ Ser seguidor deste blog
☑ Partilhar esta publicação em modo público numa rede social
☑ Comentar uma publicação do blog à vossa escolha
☑ Preencher o ☛ Formulário (clicar aqui) 

❥ Valida apenas UMA participação por pessoa
❥ Só serão válidas participações que cumpram todos os requisitos do passatempo
❥ Os vencedores serão escolhidos aleatoriamente (random | Primeiro será sorteado o segundo prémio, depois o primeiro prémio)
❥ Apenas para residentes em Portugal e Ilhas
❥ As participações serão aceites até às 23:59 do dia 24 de Junho de 2016 (Dia de S.João)
Boa sorte!!

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Guia de Massagens para Cães. Para Cuidar bem do seu Cão. Livro do Dia, Segunda-feira, 13 de Junho, na feira do livro de Lisboa. Pavilhão D31 4Estações-Castor de Papel


Meditação Para Pessoas Ocupadas de OSHO. Livro do Dia na Feira do Livro de Lisboa, Domingo dia 12 de Junho, Pavilhão D31 4Estações-Castor de Papel.


Paixão Pela Vida, de Osho. Livro do Dia na Feira do Livro de Lisboa, Sábado, 11 de Junho, Pavilhão D31 4Estações- Castor de Papel


Eu Amo-me e às vezes a outras pessoas. Livro do Dia na Feira do Livro de Lisboa. Pavilhão D31 4Estações -Castor de Papel


http://dream---pages.blogspot.pt/2016/06/opiniao-sobre-o-contador-de-estorias_9.html

Dream Pages


quinta-feira, 9 de junho de 2016

Opinião sobre "O Contador de Estórias" - DeMoura

O Contador de Estórias
(Artigo de Opinião)


Autor: DeMoura
ISBN: 978-989-8761-01-9
Nº de páginas: 200
1ª Edição - Setembro de 2014
Editora: 4Estações


Sinopse

    Com temas, cenários e personagens totalmente distintos, estes dez contos muito criativos formam, no seu conjunto, um painel multifacetado de um mundo terrível e maravilhoso, generoso e cruel, onde se cruzam vidas singulares, insignificantes, criativas, inúteis, bondosas e maléficas.

       Escrito num estilo informal, solto e com grande apelo visual, permitem ao leitor usufruir do texto quase como se assistisse a um filme ou ouvisse um relato oral.


Este exemplar foi-me gentilmente cedido pela 4Estações em troca de uma opinião sincera


Opinião


      Agradeço à 4Estações Editora pelo gentil envio deste livro.

    "O Contador de Estórias" é uma coletânea de dez contos com temáticas diversas e originais, personagens pitorescas e cenários improváveis. Com um carácter mais pessoal ou moralizante, estas são "estórias" que divertem.

     O autor começa por contextualizar estes contos, evocando a imagem do tio Alexandre - a persona a quem atribui a origem deles e a quem se propõe homenagear com este livro -, recordando a infância e o prazer que era ouvir as histórias contadas de modo vibrante por esta figura tão peculiar e atrativa. Desprende-se emocionalmente delas ao frisar que, mesmo que estas sejam contadas na primeira pessoa, tal não implica que sejam verídicas - embora, ao longo do livro, o leitor possa tirar as suas próprias ilações sobre o que será, de facto, fruto da imaginação, e o que é baseado em experiências reais - como penso que será o caso do conto "O Prisioneiro". O certo é que a breve introdução consegue, à partida, despertar a curiosidade.

      O livro começa com "Miúra", um conto que permite refletir sobre a brutalidade das touradas, ao analisá-las sobre a perspetiva do próprio touro. Segue-se "O Ciúme", uma história que evidencia o impacto do ciúme e das deduções precipitadas, resultantes de um mal-entendido, numa relação amorosa. Gostei do final dado a este conto.

     "O Velho Marinheiro" narra a história de um pintor com uma carreira estagnada que busca inspiração e que, ao encontrá-la, esquece as noções morais e éticas, predispondo-se a tudo para garantir a imortalização daquela expressão do modelo. Já em "O Plágio", conhecemos um pintor que escreve, misteriosamente, dois contos de uma qualidade exacerbada - no final deste conto deparamo-nos, mais uma vez, com a fértil imaginação do autor, ao constatarmos a explicação encontrada para a escrita dessas duas obras maravilhosas.

      "Tia Rosa" relata a aventura de dois irmãos que, ao concretizarem uma viagem há muito desejada, se deparam com o cadáver da sua tia e se propõem levá-lo de volta a casa. São muitas as peripécias presentes neste conto, intercaladas com a visão de Gabriel, um carpinteiro, que acaba por também ter uma papel fundamental na grande aventura dos dois jovens.

      "Professor Napoleão" fala-nos de um professor que começa a perder a memória e, no desejo de recuperá-la, consulta um especialista que lhe apresenta uma proposta inovadora - a implantação de um chip no cérebro que promete, não só, a recuperação da memória, como também a capacidade de saber a resposta a todas as perguntas colocadas. Obviamente, nem tudo corre bem... Gostei do desfecho do conto e das possibilidades deixadas em aberto, ao juízo do leitor.

      "Zuluaga" apresenta-nos a história de um empreendedor e de um chefe da polícia que se deixam ludibriar pela possibilidade de ficarem ricos com um elixir que faz crescer cabelo. Este é um conto que evidencia como o desejo de riqueza pode enlouquecer um homem.

       "Una Birra Presto" é, talvez, o conto mais elaborado do livro. Começa por nos falar da infância de JB e do caminho percorrido por este até se tornar quem é hoje, um bem sucedido empresário. A primeira parte do conto é dedicada quase exclusivamente ao duro processo de ascensão de JB e à ajuda prestada por Gino - um marinheiro que o tratava como a um filho e que lhe deu as indicações e o apoio para que este se iniciasse no mundo dos negócios. Numa segunda fase, é importada uma nova personagem - um sagui que, ao fim de algum tempo a aprender os hábitos de JB, decide introduzir a sociedade capitalista na sua floresta virgem, tentando impôr aos animais o modo de vida dos humanos. Este conto permite-nos refletir sobre a forma como é gerida a nossa sociedade e sobre quais os valores que realmente importam.

     "O Pesadelo" foi uma das minhas histórias preferidas, possivelmente pela sua componente romântica e histórica. Conta a história de dois desconhecidos, unidos por uma inexplicável familiaridade, que acabam por se apaixonar. Um pesadelo é a chave que vem desvendar aquela estranha ligação de vidas passadas.

       "O Prisioneiro" é a história de um preso político. Passada nos tempos negros de Portugal, durante a ditadura Salazarista, retrata o sofrimento de um homem sujeito às brutalidades do sistema e da polícia política da época. Incute uma reflexão sobre o valor da liberdade através de um relato marcante e de grande intensidade.

    Por fim, com "Finalmente", o autor brinca com o leitor, jogando com a dicotomia entre passado e futuro - atravessando o presente - e leva-o a questionar-se sobre o que é, ou não, verdade.

       Alguns marcados com um ritmo mais lento e, outros, com um tom mais acelerado, o certo é que estes contos cumprem aquilo a que se propõem - divertem o leitor. Com uma escrita muito agradável - embora, por vezes, marcada por algumas expressões em português do Brasil, denotando o período que o autor lá passou - estas histórias acabam por guiar quem as lê num exercício de reflexão, transmitindo todas elas uma mensagem. O único reparo que tenho a fazer, prende-se com a capa: na minha opinião, esta poderia ter uma imagem mais apelativa, ajudando logo, à partida, na conquista do leitor.

    Acabei por gostar mais deste "O Contador de Estórias" do que inicialmente supus. Os contos conseguiram cativar-me e proporcionar-me bons momentos de leitura! Gostei!


 Música que aconselho para acompanhar a leitura: Litttle Bird_Ed Sheeran
(https://www.youtube.com/watch?v=YdOF_qYWx-s)

O Livro do Oráculo do Sagrado Feminino de Vera Faria Leal. Livro do Dia na Feira do Livro de Lisboa, Pavilhão D31 4Estações -Castor de Papel


http://pegadas-literarias.blogspot.pt/2016/06/pegadas-opinioes-um-anjo-de-quatro.html



quarta-feira, 8 de junho de 2016

[Pegadas & Opiniões] 'Um Anjo de Quatro Patas' de Walcyr Carrasco

Autoria: Walcyr Carrasco
Editora: Castor de Papel
Edição: Março de 2015
N.º Páginas: 184
 
Sinopse: Este livro conta a história, a amizade e os bons momentos vividos entre o autor, Walcyr Carrasco e Uno, o seu husky siberiano. Se alguém perguntar se os acontecimentos deste livro são verdadeiros, o autor responderá que sim mas que também são ficção. O importante é saber que o Uno existiu e que a emoção é absolutamente verdadeira.
 
Opinião: 'Um Anjo de Quatro Patas' conta-nos a relação de um homem com o seu cão husky, Uno.
Depois de sofrer uma perda dolorosa, o autor acaba por adoptar Uno, neto de um famoso avô digno de revista, e ver o seu porto de abrigo nele.
Ao longo do livro vamos acompanhando as peripécias e vivências do autor com o seu cão e vamos soltando algumas risadas, pela maneira como o autor desmistifica todos os pensamentos do seu patudo.
Passados alguns desenvolvimentos na sua carreira, este homem aceita escrever uma rubrica semanal numa revista de cães e Uno torna-se numa estrela quando o seu dono decide escrever as rubricas a partir da perspectiva do animal, como se fosseUno o escritor.
Esta é uma leitura muito suave, bem-humorada e divertida. Começamos o livro a rir e terminamos a chorar de emoção. Quem tem animais de estimação vai identificar-se bastante com alguns episódios hilariantes retratados, ou até apenas os pequenos pormenores do dia-a-dia em comum com os nossos cães/gatos. Quem não tem animais de estimação também deve ler este livro para perceber o quão bom é receber o amor e companheirismo destes seres maravilhosos.
Só depois de terminar a leitura é que percebi que o autor foi o guionista de uma das minhas telenovelas favoritas: 'Chocolate com Pimenta'.
Gostei mesmo muito, e agradeço à Castor de Papel por me ter proporcionado esta leitura emotiva.
 
Classificação:
 
 

http://thecelticwoods.blogspot.pt/2016/06/divulgacao-os-animais-falam-de-penelope.html

Os Animais Falam de Penelope Smith.
Uma edição do Castor de Papel.
www.castordepapel.pt

06/06/16

(Divulgação) "Os Animais Falam" de Penelope Smith


Todas as criaturas podem ser alcançadas por meio da comunicação telepática – desde o seu gato malhado ou periquito às vespas que constroem ninhos nos beirais da sua casa, ou até mesmo a mosca comum. Basta que esteja aberto à ideia, e a comunicação de mente para mente estará ao seu alcance.

http://thecelticwoods.blogspot.pt/2016/06/fotografias-livro-do-oraculo-do-sagrado.html

Cartas que acompanham o  Livro do Oráculo do Sagrado Feminino, de Vera Faria Leal.
Uma edição do Castor de Papel. 
www.castordepapel.pt

08/06/16

(Fotografias) "Livro do Oráculo do Sagrado Feminino" de Vera Faria Leal



Sem comentários:

Enviar um comentário